Museu da Fundação Cupertino de Miranda
 

Surrealismo português (no momento da sua “intervenção” mais ou menos organizada) como Cruzeiro Seixas, Mário Cesariny, António Areal, António Pedro, Fernando Lemos, Pedro Oom, Risques Pereira, António Maria Lisboa, Fernando Azevedo, Carlos Eurico da Costa, António Domingues, António Paulo Tomaz, Mário Henrique Leiria, Fernando José Francisco, João Rodrigues, Isabel Meyrelles, Fernando Alves dos Santos, ou Manuel D’Assumpção, bem como outras de autores de alguma maneira ligados (às vezes de maneira explícita e declarada) ao Surrealismo ou situados em territórios fronteiriços e paralelos, como Júlio, Mário Eloy, Vieira da Silva, Jorge Vieira, Eurico Gonçalves , Carlos Calvet, Raúl Perez, Mário Botas, Paula Rego, João de Vasconcelos, Júlio Pomar, José Escada, Gonçalo Duarte, António Quadros, Menez, Graça Morais,

1|2|3|4|5|6|7|8|9|10|11